9.8 EJA em estabelecimentos penais
voltar


Assegurar a oferta de Educação de Jovens e Adultos, nas etapas de Ensino Fundamental e Médio, às pessoas privadas de liberdade em todos os estabelecimentos penais, assegurando-se formação específica dos professores e implementação de diretrizes nacionais em regime de colaboração.



Estratégia em andamento, se considerado o programa Educação em Prisões. Em relação à formação específica dos professores e das professoras e implementação de diretrizes nacionais em regime de colaboração, não há registro de programa específico. As diretrizes nacionais existem desde 2010.


Dados disponíveis para País, Região, Estado, Munícipio

Fonte:

Elaboração:

Indicadores auxiliares

Dados disponíveis para País, Região, Estado, Munícipio

Neste indicador, podemos acompanhar o número de matrículas na Educação de Jovens e Adultos em unidades prisionais.

Como podemos observar pelo gráfico, o número de matrículas vem aumentando ao longo dos anos.

Para o cálculo deste indicador são utilizados os dados do Censo Escolar e consideram-se as matrículas na Educação de Jovens e Adultos em unidades prisionais (turma de escolarização que atende adultos infratores privados de liberdade que frequentam aula no presídio).

Fonte: MEC/Inep/DEED/Censo Escolar

Elaboração: Todos Pela Educação