12.5 Fomento à diversidade
voltar

Ampliar as políticas de inclusão e de assistência estudantil dirigidas aos estudantes de instituições públicas, bolsistas de instituições privadas de Educação Superior e beneficiários do Fundo de Financiamento Estudantil – FIES, de que trata a Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, na Educação Superior, de modo a reduzir as desigualdades étnico-raciais e ampliar as taxas de acesso e permanência na Educação Superior de estudantes egressos da escola pública, afrodescendentes, indígenas e de estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, de forma a apoiar seu sucesso acadêmico.

Dados disponíveis para País, Região, Estado, Munícipio

O indicador mostra a evolução do número de alunos matriculados no Ensino Superior que ingressaram em cursos de graduação presenciais por meio do Programa Universidade Para Todos (ProUni).

Entre 2011 e 2012 houve um aumento de quase 30 mil estudantes beneficiados pelo ProUni em todo o Brasil.

O indicador traz uma desagregação por tipo de bolsa oferecida aos estudantes.

Fonte: MEC/Inep/DEED/Censo Superior

Elaboração: Todos Pela Educação

Indicadores auxiliares

Dados disponíveis para País, Região, Estado, Munícipio

O indicador mostra a quantidade de alunos beneficiados com uma bolsa parcial pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) no ingresso à uma instituição de Ensino Superior.

Em 2012, o número de estudantes com bolsa parcial ultrapassou os 100 mil, um aumento de 16% frente o ano anterior.

Há desagregações para grupos étnicos, portadores de necessidades especiais e estudantes oriundos de escola pública.

Fonte: MEC/Inep/DEED/Censo Superior

Elaboração: Todos Pela Educação